15/04/2024

Folha do Norte da Ilha

O jornal mais tradicional do norte da Ilha de Santa Catarina

Casan inicia campanha para regularizar ligações de água no norte da Ilha

um posto de atendimento foi montado para atender a população

Ter acesso à água tratada é fundamental para garantir a saúde da população. Para estimular moradores a regularizar as ligações à rede de água, a Casan lançou nesta quinta-feira (26) uma ação de conscientização em conjunto com a Prefeitura de Florianópolis, dentro do programa Pacto Por Floripa. A iniciativa abrange nesta primeira etapa os bairros Ingleses e Santinho, no Norte da Ilha.

A Companhia mapeou cerca de 800 imóveis na região, entre estabelecimentos comerciais e residências, que fazem uso de água diretamente de ponteiras (poços superficiais, de no máximo 12 metros de profundidade) sem se conectar à rede de abastecimento da Casan. Pela manhã, as equipes da empresa iniciaram visitas aos imóveis mapeados para o trabalho de conscientização sobre a importância da conexão à rede de abastecimento de água potável da Companhia.

um posto de atendimento foi montado para atender a população de toda a região

“O objetivo é orientar a comunidade sobre a importância de regularizar as ligações de água, evitando casos de contaminação e doenças. Muitas dessas casas, estabelecimentos comerciais e condomínios já pagam pela coleta de esgoto nas redes da Casan, mas não pela água, pois utilizam as ponteiras, que não recebem o tratamento adequado para o consumo”, destaca o diretor de Operação e Expansão, Pedro Joel Horstmann, que acompanhou o início da operação junto com o presidente indicado Laudelino Bastos e o diretor Comercial, Giovani Pickler.

Além das vistorias, uma equipe está realizando o atendimento da população em uma estrutura montada no estacionamento do Ingleses Beach Square (Est. Dom João Becker, 276, Ingleses) das 8h às 12h e das 13h às 17h. A ação continua até a próxima semana. A ideia é facilitar e agilizar o processo de ligação à rede de abastecimento, que poderá ser efetivada pela Companhia em 48 horas.

Moradora do bairro Rio Vermelho, Rosane Malacarne, viu a reportagem na TV sobre a ação e logo se dirigiu ao espaço montado pela Casan no Centrinho de Ingleses. Apesar de ter ligação de energia elétrica, ela não conta com a ligação de água. “Quando vi que estava ocorrendo essa ação, juntei minha documentação e vim para cá. Considero muito importante a Casan se aproximando da comunidade, trazendo serviço e orientação”, afirma.

Da Redação: com informações da Casan
Fotos: Cid Junckes/Divulgação