15/04/2024

Folha do Norte da Ilha

O jornal mais tradicional do norte da Ilha de Santa Catarina

Colombianos são os campeões do GP Internacional de Ciclismo, em Urubici

Os colombianos Juan Contreras e Elizabeth Castaño Quintero foram os campeões do GP Internacional de Ciclismo, realizado nesta quinta (5), na cidade de Urubici. Mais de 150 atletas de 13 países encararam percursos que incluíram a subida do famoso Morro da Igreja. A competição distribuiu pontos importantes no ranking mundial da UCI (União Ciclística Internacional) e válidos para a busca por vagas nos Jogos Olímpicos, que serão disputados em Paris, na França, no próximo ano. 

O colombiano Juan Contreras, comemora a vitória ao cruzar a linha de chegada

A prova masculina foi disputada no período da manhã com um percurso com 79,2 km, sendo que os quilômetros finais foram a subida do Morro da Igreja. Desde a largada, realizada às 8h na região central de Urubici, a briga pelas primeiras posições foi intensa. Na parte plana do trajeto, o pelotão se manteve unido até o início do trecho de subida. Os quase 7 km até o alto do Morro da Igreja definiram quem chegaria na frente. Com um grande trabalho de equipe, Juan Contreras conseguiu escapar do grupo e chegar em primeiro lugar no GP Internacional de Ciclismo. “Estou muito feliz pelo resultado. Com certeza não teria conseguido sem o apoio do meu time. Fizemos uma grande prova e este resultado coroa o trabalho. Estou bem contente com o primeiro lugar e, ainda, pelos pontos importantes no ranking mundial”, disse Juan Contreras.

No período da tarde foi a vez da prova feminina. As atletas tiveram pela frente um percurso de 62,2 km, também com a subida do Morro da Igreja como desafio final. Ainda no começo, a brasileira Ana Vitória “Tota” Magalhães se juntou ao pelotão de ciclistas colombianas para juntas, abrirem diferença considerável das outras competidoras. A disputa ficou entre elas já no trecho mais íngreme. No entanto, pouco antes da linha de chegada, Elizabeth Castaño Quintero aproveitou o trabalho em equipe para disparar e chegar em primeiro lugar.

 

Elizabeth Castaño Quintero aproveitou o trabalho de equipe paa vencer a prova

“A equipe colombiana veio com força e fizemos um grande trabalho na prova. Nossa tática era tentar fazer a fuga ainda na parte plana do percurso e abrir diferença. Graças ao nosso grupo, consegui me distanciar na parte final da prova e estou muito feliz com o resultado aqui em Urubici. Os pontos conquistados serão importantes para que possamos estar em Paris no ano que vem”, disse a grande campeã. 

O GP Internacional de Ciclismo foi válido pelo calendário da UCI (Union Cycliste Internationale). A organização é da CBC (Confederação Brasileira de Ciclismo) em parceria com a FCF (Federação Catarinense de Ciclismo) e AACESC. O evento contou com os patrocínios de: C Pack, Supermercados Koch, SOS Distribuidora de Alimentos, Unifique, Shimano e Riders. O evento também teve o apoio da Lei de Incentivo ao Esporte do Governo Federal e o apoio institucional da Prefeitura Municipal de Urubici, Governo do Estado de Santa Catarina e Fesporte. 

Confira os resultados

Masculino

  1. Juan Contreras (COL) – 1h42min04seg
  2. Jose Villena (BOL) – 1h42min23seg
  3. Euller Rabelo (BRA) – 1h42min27seg
  4. Roderick Diaz (URU) – 1h42min40seg
  5. Erasmo Castillo (PAN) – 1h42min52seg

Feminino

  1. Elizabeth Castaño Quintero (COL) – 1h36min32seg
  2. Ana Vitória Magalhães (BRA) – 1h36min46seg
  3. Juliana Sara Moreno Benitez (COL) – 1h36min46seg
  4. Shakhnoza Abdullaeva (UZB) – 1h38min36seg
  5. Margarita Misyurina (UZB) – 1h38min43seg

Da redação: Danilo Caboclo/SixComm
Fotos: Juliane Bogo/CBC