15/04/2024

Folha do Norte da Ilha

O jornal mais tradicional do norte da Ilha de Santa Catarina

Florianópolis sedia em agosto 1º Encontro Brasileiro das Cidades Criativas UNESCO

Florianópolis receberá no próximo mês de agosto, a 1ª edição do Encontro Brasileiro das Cidades Criativas UNESCO da Gastronomia. A carta de intenções que celebra a parceria entre o Sistema Fecomércio SC Sesc Senac e a Prefeitura da Capital foi assinada nesta quarta-feira (22), véspera do aniversário da cidade, pelo prefeito Topázio Neto e o presidente do Sistema Fecomércio SC Sesc Senac, Hélio Dagnoni. Participaram do ato a assessora de Relações Institucionais da Prefeitura, Zena Becker, representantes do grupo gestor do FloripAmanhã, entidade responsável pela chancela da Unesco.

O 1º Encontro Brasileiro das Cidades Criativas UNESCO da Gastronomia será realizado de 03 a 05 de agosto, no Hotel Sesc Cacupé, em Florianópolis, e contará com reuniões técnicas, plenárias, visitas a produtores locais e uma feira criativa, com apresentações culturais, degustações de pratos típicos, aulas show e área para restaurantes parceiros. A expectativa é reunir profissionais do setor, trade turístico, consumidores, estudantes, instituições de ensino, empresários, produtores da região e cozinheiros.

O objetivo é conectar a cadeia produtiva e o intercâmbio de experiências

O objetivo geral é conectar a cadeia produtiva, promover o intercâmbio de experiências, conhecimentos, ideias e projetos, para gerar novos negócios, parcerias e cooperação entre as cidades chanceladas, e divulgar as potencialidades e particularidades de cada cidade.

“O evento será uma excelente oportunidade para que as cidades criativas compartilhem suas histórias, tradições e patrimônios culinários e fortaleçam a rede brasileira, para sediar o 1º encontro das Américas em 2024, que reunirá 14 cidades de oito países em Florianópolis”, adianta o presidente do Sistema Fecomércio SC Sesc Senac, Hélio Dagnoni.

Riqueza gastronômica

Santa Catarina e sua Capital possuem culinária rica e diversificada, refletindo a influência de diversas culturas e a valorização dos ingredientes locais. Em Florianópolis, a gastronomia é um importante vetor de desenvolvimento socioeconômico, gerando emprego e renda, além de aquecer os setores de comércio, serviços e turismo.

“A nossa gastronomia é fantástica e quem conhece se apaixona. Além das ostras, temos uma variedade peixes, mexilhões e outras iguarias. Este evento vai ajudar a divulgar a nossa riqueza e o título de Cidade Criativa, conquistado em 2014. No ano passado, desenvolvemos um selo especial que todos os restaurantes podem fixar nos seus estabelecimentos, mostrando que estão em uma cidade reconhecida pela Unesco. Isso qualifica a nossa gastronomia, gera emprego e renda e dá mais visibilidade para Florianópolis no cenário nacional e internacional”, avalia o prefeito Topázio Neto.

Além de Florianópolis, Belém (PA), Paraty (RJ) e Belo Horizonte (MG) detém o selo de Cidade Criativa UNESCO da Gastronomia- a capital catarinense foi primeira no país a receber o título, em 2014, e desde lá vem desenvolvendo ações para impulsionar o setor.

Da redação com informações da Fecomércio
Fotos: Pedro Peres/PMF