15/04/2024

Folha do Norte da Ilha

O jornal mais tradicional do norte da Ilha de Santa Catarina

Frente discute integração do transporte intermunicipal da Grande Florianópolis

A Frente Parlamentar da Grande Florianópolis vai se reunir com o governo do Estado com o objetivo de viabilizar a integração do transporte público intermunicipal da região metropolitana da Capital. O assunto foi discutido durante reunião do grupo, no fim da tarde desta terça-feira (16), no gabinete do coordenador da frente, o deputado Camilo Martins (Podemos).

Participaram do encontro representantes dos municípios de São José, Palhoça e Biguaçu, além dos deputados Marquito (Psol) e Ivan Naatz (PL). Conforme decidido na reunião, a frente vai agendar uma audiência com o governador Jorginho Mello (PL) e com outras autoridades estaduais envolvidas com o tema. Um seminário sobre o assunto também será realizado na Assembleia.

Deputados discutiram a implantação do sistema com prefeitos da região

Segundo o prefeito de Palhoça, Eduardo Freccia, a integração do transporte público coletivo seria a solução ideal para oferecer um serviço mais barato e de melhor qualidade para os usuários. A intenção é integrar inicialmente São José, Palhoça, Biguaçu, Santo Amaro da Imperatriz e São Pedro de Alcântara.

“A questão da integração é mais do que necessária, até para a sobrevivência financeira do sistema”, afirmou Freccia. “Cada município tem que fazer a licitação dentro de seus limites. Se depois disso for feito uma licitação para o transporte intermunicipal, haverá sobreposição de linhas, entre outros problemas. O ideal então é os municípios façam isso de forma conjunta.”

O prefeito explica que atualmente os municípios não têm competência legal para fazer a integração. “Isso compete ao Estado. Ou o Estado faz essa integração ou delega aos municípios para poderem fazer isso”, explica.

O procurador-geral de São José, Rodrigo João Machado, afirmou que a integração é necessária e conta com o apoio do município. “São José não quer fazer a licitação do transporte sozinha”, disse.

Já o deputado Camilo Martins adiantou que a integração poderá resultar em uma tarifa única, mais barata para os usuários. “Vamos buscar com o governo do Estado uma solução para essa questão que há anos é motivo de preocupação para a Grande Florianópolis”, comentou.

Da redação: Marcelo Espinoza/Agencia AL
Foto: Solon Soares/AL