17/07/2024

Folha do Norte da Ilha

O jornal mais tradicional do norte da Ilha de Santa Catarina

Projeto Limpeza dos Mares retira mais de 7,2 toneladas de lixo no Dia Mundial da Limpeza

O Limpeza dos Mares reuniu mais de 200 pessoas nesta etapa especial – o projeto é líder no Brasil do World Cleanup Day 2023. Desde as primeiras horas da manhã do último sábado (16),  famílias e uma legião de crianças dos grupos de escoteiros locais, junto com os aprendizes marinheiros da Escola de Aprendizes da Marinha do Brasil e demais voluntários que vieram de varias partes se dividiram em grupos e se deslocaram aos locais da ação.

E mais uma vez não foi diferente, infelizmente. O mais variado tipo de lixo foi encontrado, de restos de teclado musical a TV, peruca, muitas garrafas de vidro, embalagens plásticas, bitucas, roupas, sapatos, muito isopor e resto de marmitas, vaso sanitário, entre tantos outros que foram encontrados. Até mesmo um pinguim já sem vida, localizado pelas crianças voluntárias.

Praia, rio e lagoa de Perequê, em Porto Belo foram os locais desta etapa

Mais de 7,2 toneladas foi o total contabilizado, mostrando que ainda estamos longe de encontrar menos lixo nas ações, aquele dito “o lixo que ninguém vê”. O Limpeza dos Mares, chega à triste marca de 149,10 toneladas no projeto que completou 10 anos de atividade este ano.

“Esta etapa fez parte oficialmente do Dia Mundial da Limpeza, que reúniu milhões de voluntários, governos e organizações em 197 países e territórios. “Foi mais uma forma de contribuirmos para o enfrentamento da crise global de resíduos mal geridos e ajudar nesta mudança mais sustentável”, afirma Michele Castilho, coordenadora do projeto, reforçando que poder contar com voluntários mergulhadores, além de outro empenhados na limpeza das margens e da praia faz toda a diferença para o êxito do projeto. O propósito destas ações é conscientizar as pessoas do quão importante é o descarte correto dos resíduos e, principalmente, para comunidade local, que vive as margens do rio e usufrui desta natureza.

Durante a semana que antecedeu, a equipe do Limpeza dos Mares realizou palestras para os alunos das escolas municipais da região. “Isto é algo imprescindível para que o projeto atinja seus objetivos, ter as crianças partícipes deste processo é um grande ganho para o projeto. Por isso fazemos questão de ações paralelas de conscientização”, explica Leandro ‘Mané’ Ferrari, idealizador do projeto e presidente da ACATMAR.

O Limpeza dos Mares é uma realização da ACATMAR. Mundo Mar e Acquanauta Floripa e conta com o patrocínio mantenedor do Fort Atacadista. O apoio a esta etapa foi da Prefeitura Municipal de Porto Belo, por meio da FAMAP – Fundação Municipal do Meio Ambiente, Parque Natural Municipal Lagoa do Perequê. Contou ainda com apoio institucional da Capitania dos Portos de SC, CDL de Porto Belo, Polícia Militar Ambiental SC, ICMBio, Corpo de Bombeiro Militar de SC e Programa Bandeira Azul, além do apoio oficial das empresas Boatlux, Marina Atlântida Jet, Régis Despachante e Escola Náutica, Água Rara, TransAcácio, Soamar, Netuno Geradores e Iate Clube Veleiros da Ilha e Sanautica.

Sobre o Projeto

 O Limpeza dos Mares começou em 2014, é realizado em águas, praias, costões, rios e lagoas e já retirou ao todo mais 149.10 toneladas de resíduos. Parte deles é reciclada e transformada em utensílios domésticos, que são vendidos para custear o projeto. Durante 20 anos de existência, mais de 10 mil voluntários participaram das etapas e o projeto realiza ainda palestras nas escolas e comunidades ribeirinhas, além de exposições do lixo retirado do fundo dos mares. O projeto nasceu em Florianópolis e já atravessou o Oceano Atlântico – na Itália e na Espanha realizou de palestras e ações conjuntas com entidades co-irmãs Saiba mais www.limpezadosmares.com.

Da redação: André Seben/PalavraCom
Fotos: Michele Castilho/Divulgação