Mais de 6 mil trabalhadores serão testados para Coronavírus em Florianópolis

A testagem será no Mercado Público e seguirá até o dia primeiro de agosto

A Prefeitura de Florianópolis, em parceria com a Associação Floripa Sustentável, vai iniciar nesta segunda-feira (20), a testagem para Coronavírus em 6.576 mil trabalhadores do setor produtivo, entre profissionais de Educação Física das academias e do comércio. A testagem será no Mercado Público da Capital e seguirá um cronograma semanal até o dia primeiro de agosto. Sendo nas segundas-feiras, das 10h às 12h e das 13h às 18h; e de terça a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 18h. Nos sábados, a testagem será das 8h às 12h. Todos os trabalhadores que testarem positivo serão afastados do trabalho.

Colaboradores que atuam no comércio e que foram comunicados poderão comparecer no local de testagem no dia e horário de sua preferência, conforme cronograma estabelecido. Um documento de identificação como RG ou CPF deve ser levado. Todos devem utilizar máscara.

Essas mesmas especificações devem ser seguidas pelos trabalhadores das academias. Quem é profissional de educação física, formado ou não, com vínculos empregatícios ou autônomos, e consta na lista de chamada, deverá comparecer ao local de testagem de acordo com um cronograma específico que leva em conta a inicial do seu nome. Os colaboradores desse segmento podem conferir se os seus nomes constam na lista, acessando o site www.pmf.sc.gov.br.

Os profissionais que trabalham em academias também deverão baixar o aplicativo Paciente – TCBio, com antecedência. Após o download, o usuário deve fazer um cadastro e gerar um QR Code. Nesse código vai constar os dados pessoais, que serão utilizados pelos profissionais da saúde que farão a coleta das amostras para testagem para comunicação posterior. Quem utiliza o sistema IOS pode baixar o aplicativo pelo link https://cutt.ly/ZatFHCy. Para sistemas Android, o download pode ser feito pelo link https://cutt.ly/OatFlBy.

Os testes a serem aplicados são do tipo RT PCR, que identifica o material genético da Covid-19. O fornecimento foi feito pela empresa de biotecnologia Neoprospecta e sua spin-off BiomeHub a partir de doações do Movimento Floripa Sustentável, por meio do Fundo Empresarial para Reação Articulada de Santa Catarina Contra o Coronavírus (Fera-SC) e Vale S/A.

Da redação: Imprensa PMF
Foto: Cristiano Andujar/PMF