15/04/2024

Folha do Norte da Ilha

O jornal mais tradicional do norte da Ilha de Santa Catarina

Volta às aulas impulsiona vendas do varejo catarinense no início de 2019

Pesquisa realizada pela  Fecomércio SC aponta comportamento de consumo dos catarinenses

Sete a cada dez famílias devem comprar o material escolar entre o final de janeiro (36,1%) e início de fevereiro (34,2%) em Santa Catarina, conforme aponta a Pesquisa de Intenção de Compras para o período de volta às aulas, realizada pela Fecomércio SC em sete cidades. O gasto médio com os itens em 2019 deve ser maior em relação ao ano anterior: a pretensão é desembolsar, em média, R$286,53 nas compras, 8% a mais do que 2018 (R$ 265,37). Enquanto Blumenau pode ter o maior gasto médio (R$ 325,91) no Estado, os consumidores em Criciúma (R$256,92) devem ser os mais econômicos.

A data dá a largada nas vendas do varejo no ano, porém concorre com outros gastos do catarinense, de acordo com o presidente da Fecomércio SC, Bruno Breithaupt. “Para equilibrar a compra dos itens com as outras despesas comuns no início do ano-como matrícula, IPTU, IPVA, etc- a estratégia de quase 70% dos catarinenses é fazer pesquisas de preços em vários estabelecimentos. Os empresários que praticarem bons preços ou apresentarem algum diferencial, como facilidades na forma de pagamento ou descontos para mais de um filho/dependente, vão atrair mais clientes”, afirma Breithaupt.

O principal destino das compras deve ser o comércio de rua (90,8%), como as papelaria e livrarias, disparado na frente dos outros estabelecimentos, como supermercados (3,3%), shopping (1%) ou internet (0,8%).
A pesquisa sobre o comportamento de consumo na compra do material escolar foi realizada entre os dias 07 e 12 de janeiro de 2019, com 2.089 pessoas, nas cidades de Chapecó, Lages, Florianópolis, Criciúma, Joinville, Itajaí e Blumenau.

Da redação: Assessoria Imprensa Fecomércio