15/04/2024

Folha do Norte da Ilha

O jornal mais tradicional do norte da Ilha de Santa Catarina

Conheça a história dos 30 anos de sucesso da BNT Mercosul

Ao longo das últimas três décadas a BNT Mercosul se tornou um marco entre os eventos de turismo na América do Sul. Reconhecida por ser o evento que mais divulga o Brasil, com expositores das mais diversas partes do território nacional fazendo contato com agentes do Brasil e do Mercosul, a feira foi idealizada pelo empresário Geninho Goes, que trabalha com turismo a 40 anos.

“Nosso Foco não é divulgar o Exterior é trazer gente de fora para o Brasil” Geninho Goes

Para celebrar o aniversário de 30 anos da feira em 2024, o CEO conta em nesta entrevista aos órgãos divulgadores do turismo um pouco sobre as origens, a evolução e os momentos mais marcantes da BNT Mercosul.

BNT – Quais eram seus objetivos iniciais para o evento e como eles evoluíram ao longo desses 30 anos?

Geninho Goes – Muitos expositores falam para gente assim: “não é qualquer evento ou empresa que chega aos 30 anos”. É muito importante fazer uma reflexão sobre isso:por que os nossos clientes voltam ano após ano? Nossos expositores voltam porque a BNT se transformou em um cenário qualificado e que dá retorno para eles. Trata-se da evolução de um evento que começou com menos de 500 participantes, com o objetivo de divulgar apenas atrações do Sul do Brasil, e que hoje é um palco para promover o turismo nacional.

Nos tornamos o evento que mais promove o turismo brasileiro porque o nosso foco não é divulgar o exterior; não é levar gente daqui do Brasil para fora; o nosso foco é trazer gente de fora para o Brasil, fazer com que o profissional brasileiro valorize os nossos atrativos, e ajudar as empresas a fomentar a economia nacional. São 30 anos acreditando no Brasil, investindo no Brasil, impulsionando empresas brasileiras. Nossa forma de celebrar é entregar um evento que se formou com seriedade, com profissionalismo, e com muitas parcerias nesses 30 anos.

BNT – Como você avalia o crescimento do evento desde a sua primeira edição?

GG – Desde o início, nós buscamos a qualidade, não a quantidade de participantes. Criamos um evento fechado onde somente profissionais de turismo podem participar. Além disso, todo agente de viagem inscrito precisa ter o Cadastur. Esta é uma maneira de valorizar o investimento do expositor. Quando um evento cresce com este conceito, ele cresce com um público qualificado. Ele cresce pensando em resultados, não apenas em quantidade. Então, nosso foco nunca foi ter corredores abarrotados, mas sim profissionais de qualidade, que possam dar retorno aos investimentos realizados pelos destinos e pelos nossos expositores. O mesmo se aplica para as salas de capacitação, que reúnem um público qualificado, com profissionais interessados. É isso que fez da BNT, durante esses 30 anos, ser um evento respeitado pelo Trade.

BNT – Como surgiu a ideia de criar a BNT Mercosul?

GG – Eu diria que não foi simplesmente uma ideia. Foi uma jornada que me levou a criar a BNT. Veja bem: eu vim de São Paulo, fui gerente do Hotel Marambaia, fui diretor de marketing da Secretaria de Balneário Camboriú, fui secretário de Turismo de Porto Belo, professor na Faculdade de Turismo da Univali e Consultor do Sebrae. Quando a BNT surgiu, eu tinha 26 anos e já estava no turismo há 9 anos, era muito jovem. A BNT foi a grande oportunidade de empreender, começando do zero e apenas com o conhecimento da faculdade e da prática nas empresas que eu tinha passado, como a Folha de São Paulo, o Caderno de Turismo e uma operadora de Turismo em São Paulo.

Desde meus 17 anos de idade, conheci várias empresas, vários setores, vários segmentos para então poder fazer uma feira que promovesse o Brasil. E ainda assim, já realizando a BNT, continuei com outras atividades, como ser secretário de Turismo de Porto Belo, ser diretor de marketing de Balneário Camboriú, professor, escritor, palestrante, diretor do Beto Carrero World. Posso dizer que é uma vida focada e voltada para a atividade turística, não foi um evento, ou apenas uma ideia isolada, é algo que tem relação com a minha vida toda.

BNT – Quais foram os maiores desafios enfrentados na organização da BNT Mercosul ao longo dos anos?

GG – Como toda empresa brasileira, existem desafios. Os desafios de você começar uma coisa do zero; um desafio de você conquistar a credibilidade no mercado, porque você começa vendendo algo que não existe; um desafio de persistir; um desafio de passar por greve de caminhoneiros, passar por uma pandemia; o desafio de você continuar acreditando.

Nestes 30 anos, eu diria que os primeiros 8 anos foram realmente muito desafiadores. Mas aí é que está: é desafiador até hoje! Entregar mais do que se promete, este que é o grande resultado do sucesso. Mas além disso, ter bons parceiros, não apenas empresas, mas pessoas que têm a mesma visão sobre a importância da promoção do turismo no Brasil. Então, não existe sucesso sem desafio. Eu acho que o desafio é você manter um ponto de equilíbrio e ter um crescimento equilibrado.

BNT – Como você analisa o impacto das redes sociais no turismo, e como essa mudança influencia a atuação do agente de viagem?

GG – Quando o evento surgiu, não existia celular, redes sociais, nem WhatsApp. É como se fosse numa outra era, né? As coisas eram muito mais artesanais, os bilhetes de companhia aérea eram escritos, você precisava ir até a companhia. Era outra época. É importante para um evento, uma empresa, um profissional de turismo, que você acompanhe o que está acontecendo. As redes sociais e os celulares transformaram o mundo, mas o profissional de turismo é o que dá segurança e a garantia de uma viagem para o passageiro.

Hoje o passageiro tem acesso à informação, mas o agente de viagens tem a especialização; ele faz isso repetidas vezes e isso transforma ele em um especialista que pode dar essa segurança que o passageiro tanto busca. Então, a rede social ajudou muito para se promover, para se difundir, mas o contato entre quem vende, o agente de viagens, o destino e a promoção, é fundamental. Nada substitui o calor humano e a necessidade de um profissional que possa ser o seu contato; e este profissional é o agente de viagens.

BNT – Quais são os planos e expectativas para o futuro da BNT Mercosul?

GG – Quais são os planos para o futuro de um mundo que muda dia após dia? Nós queremos continuar acompanhando as mudanças que o mercado trouxer. Recentemente mudamos o formato da feira para um aspecto mais profissional. Não se trata mais de beleza, mas sim de estratégia. É sobre o que um destino está utilizando para conquistar o agente de viagens. Um passo é estar nas redes sociais. O nosso público, não apenas da BNT, mas do Trade como um todo, é muito seleto, falamos exclusivamente com profissionais de turismo. Todos nós precisamos fazer parte deste processo, transformar cada profissional em um multiplicador desses destinos.

BNT – Quais foram os momentos mais marcantes ou importantes da história da BNT Mercosul?

GG – A sensação de fazer a primeira edição. Olhar e falar que é possível, “é possível fazer um evento”. Depois disso, cada evento, cada edição tem um momento marcante. Mas o mais marcante mesmo são as pessoas e os relacionamentos que a gente conquista ao longo do tempo. Pessoas que mudam de empresas, que trazem novos negócios, novas realidades para a BNT Mercosul.

Os destinos turísticos que vêm e não saem mais, porque eles percebem que a BNT é um evento sério. Posso olhar para trás e falar assim: “valeu a pena persistir”. Valeu a pena construir algo que se consolida dentro de uma atividade. Assim como tem outras atividades econômicas que são importantes, o turismo é uma delas, e uma que a gente precisa estar sempre evoluindo. Então, todos os momentos valeram a pena, porque são todos os outros 29 anos que trouxeram a gente até aqui. A gente trabalha 363 dias por ano para realizar o evento em dois dias. Vale a pena, sim.

A edição comemorativa de 30 anos da BNT será realizada  nos dias  24 e 25 de maio de 2024, no Expocentro Júlio Tedesco, em Balneário Camboriú. A BNT Mercosul tem organização do Balneário Camboriú Convention & Visitors Bureau. Esta edição conta com as Participações Especiais: Balneário Camboriú, Blumenau, Costa Verde & Mar, Fortaleza, Grupo Oceanic, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Ministério do Turismo, Pernambuco, Porto Seguro, Rio Grande do Sul e Secretaria de Estado do Turismo de Santa Catarina. Media Partner: Mercado & Eventos. Siga a BNT Mercosul no Instagram @bntmercosul. Para saber mais, visite o site bntmercosul.com.br.

Com informações da Assessoria de Imprensa da BNT
Fotos: Divulgação